was successfully added to your cart.

All posts by Grasiela

SUNTAG Capa Facebook 2016 1

O programa para expansão dos telhados solares será lançado em 8 de dezembro

Por | Eficiência Energética, Energia Solar Fotovoltaica, Mercado de Energias, O Mundo, Sem categoria, Sistema de Energia Solar, Suntag Energy do Brasil | Sem comentários

O programa será lançado no RE-INVEST 2017, Índia, em 8 de dezembro. O evento realizará várias outras sessões, incluindo o lançamento da International Solar Alliance (ISA). O primeiro-ministro indiano Narendra Modi e o presidente francês, Emmanuel Macron, provavelmente participarão da cerimônia de fundação da ISA.

International Solar Alliance (ISA) elaborou um dos seus primeiros esquemas, chamado ISA Program 4: Scaling Rooftop Solar, que será lançado no dia 8 de dezembro na 2ª edição da Reunião e Exposição de Investidores da Global Renewable Energy (RE) INVEST 2017), realizada entre 7 a 9 de dezembro.

O objetivo do programa será trabalhar para a rápida implantação e ampliação da energia solar no telhado (tanto fora da rede como conectada à rede) em busca dos objetivos da Declaração de Paris, 2015.

O programa é definido por cinco anos, desde a data de lançamento até 2022.

O programa abrangerá todos os segmentos possíveis do telhado: C & I, residencial e outros, em 121 países candidatos da ISA, incluindo estados insulares com o apoio de países membros da ISA, países parceiros e outros países.

O rascunho foi atualizado por ocasião do levantamento de cortinas da cerimônia de fundação RE-INVEST 2017 e ISA, presidida pelo ministro da MNRE, RK Singh.

Na ocasião, Praveen Kumar, Secretário Adicional, MNRE foi informado sobre as sessões que serão realizadas no evento. Em 7 de dezembro, vários estados indianos mostrarão suas iniciativas políticas. Haverá também uma sessão especial sobre como a cesta de energia da Índia pode parecer em 2030. O segundo dia terá sessões técnicas sobre financiamento inovador, mobilidade elétrica, soluções de armazenamento de eletricidade e renováveis ​​híbridas.

O RE-INVEST 2017 também fornecerá uma plataforma para revisar os compromissos assumidos em 2015 pela indústria, bancos, fabricantes, etc. A indústria e os desenvolvedores comprometeram-se por 293 GW de energias renováveis ​​e, contra isso, a capacidade de 39,3 GW foi encomendada ou está em execução. Uma promessa financeira adicional de INR 4 trilhões (US $ 62 bilhões) pelos bancos também foi sancionada.

Globo terrestre

Pesos pesados ​​políticos
À margem do RE-INVEST 2017, a Cerimônia de fundação da ISA e da Cúpula Solar foi agendada para 8 e 9 de dezembro. O primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi, o presidente da França, Emmanuel Macron, e o secretário-geral das Nações Unidas, Antonio Guterres, estão agendados para participar do evento. Todos os países candidatos da ISA estão convidados a participar.

O MNRE anunciou que o último dia do evento começará com o Plenário Ministerial da ISA, seguido de um roteiro para alcançar a Visão e Missão da ISA, bem como uma sessão sobre Financiamento da ISA. Posteriormente, as sessões de países com a Austrália, U.K., França, EUA e Alemanha foram planejadas. Um Conclave Corporativo também foi planejado no último dia. Este conclave contará com a presença de CEOs das empresas Fortune 500.

O embaixador da França na Índia, Alexandre Ziegler, disse que o ISA foi concebido como uma organização orientada para a ação e reúne países com um rico potencial solar para agregar demanda global de energia solar, reduzindo assim os preços, facilitando a implantação de tecnologias solares existentes em escala e promoção da I & D e capacidade colaborativa solar. “A França está empenhada em apoiar a Índia nesse esforço, e as empresas francesas estão ansiosas para investir no setor de RE indiano”, acrescentou Ziegler.

Upendra Tripathy, DG provisória, a ISA afirmou que o ISA já começou a funcionar como uma organização de fato e o Acordo ISA até agora foi assinado por 41 países, dos quais 11 depositaram instrumentos de ratificação. Mais quatro países confirmaram a ratificação. Após o depósito e aceitação do 15º instrumento de ratificação, o Acordo ISA entrará em vigor e a ISA se tornará uma organização baseada em tratados.

Fonte de Informação: PV Magazine – Site

Outubro Rosa

Outubro Rosa

Por | Sem categoria | Sem comentários

Outubro Rosa é um movimento que ocorre internacionalmente durante todo o mês de outubro. Ele tem como objetivo principal ressaltar a necessidade da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama.

O Outubro Rosa começou na década de 1990, nos Estados Unidos, onde os estados faziam ações isoladas referentes ao assunto. Com a posterior aprovação do Congresso Americano, o mês de outubro se tornou o mês nacional de prevenção contra o câncer de mama no país.

Para mobilizar a população americana sobre a importância da ação, as cidades começaram a se enfeitar com laços rosas. Inicialmente, a ideia foi lançada pela Fundação Susan G. Komen for the Cure e os laços foram dados aos participantes da primeira Corrida pela Cura, realizada em Nova Iorque, em 1990. Depois disso, o objeto passou a ser distribuído em locais públicos, corridas, desfiles de modas, entre outros eventos.

Embora a doença esteja presente no ano inteiro, o mês de outubro foi escolhido para representar a causa ao redor do mundo. Durante todo o período, é comum ver espaços e monumentos decorados e/ou iluminados com a cor. Em 2017, o Cristo Redentor, que fica no Rio de Janeiro, será um deles.

No Brasil, o primeiro sinal de envolvimento com o Outubro Rosa aconteceu em outubro de 2002, quando o Obelisco do Ibirapuera, em São Paulo, foi iluminado com a cor. Em outubro de 2008, o movimento ganhou ainda mais força e várias cidades brasileiras abraçaram o movimento.

O câncer de mama é o segundo tipo mais frequente no mundo. No Brasil, as taxas de mortalidade por esse tipo de câncer continuam elevadas, especialmente porque a doença ainda é diagnosticada em estágios avançados. Por isso, o autoexame das mamas e a mamografia são essenciais.

 

Em um Brasil ensolarado, por que a energia solar é subaproveitada?

Por | Eficiência Energética, Energia Solar Fotovoltaica, Mercado de Energias, O Mundo, Sistema de Energia Solar, Suntag Energy do Brasil | Sem comentários

Quando o assunto é geração de energia elétrica através do sol, todos devematlas_2 imediatamente pensar no Nordeste brasileiro, lugar com tamanha abundância dessa fonte de energia, onde segundo registra o 2º atlas brasileiro de energia solar, feito pelo INPE, os índices de irradiação solar direta na superfície da região são os mais elevados e com a menor variabilidade interanual do país.

Por que a solução pareça estar tão longe de ser uma realidade?

Em leilões feitos pela ANEEL, a região do Nordeste é a principal escolha das empresas para construir usinas solares centralizadas, de grandes potências.  Já foram realizados R$ 10 milhões de investimentos e novas 56 usinas serão construídas nos próximos anos, mas o grande problema é a linha de transmissão, que não são suficientes para escoar a energia gerada no Nordeste.

Segundo o ministério de minas e energias, novo leilão para construção de linhas de transmissão deverá ocorrer até o fim desse ano. Serão investidos quase R$ 9 bilhões para construção de 4,9 mil quilômetros de linhas para escoamento da energia.

Mas, e nas nossas casas, empresas, indústrias?  Por que a geração distribuída anda a passos tão lento?

Quando falamos em geração distribuída, onde cada um, cliente das distribuidoras, pode ter a sua própria usina solar, e gerar energia limpa, renovável e muito mais barata, podemos dizer que fizemos alguns pequenos progressos.

Embora 21 estados e o Distrito Federal já isentem o ICMS sobre a energia gerada, aderindo ao Convênio ICMS 16/2015, percebemos grande atraso no crescimento da geração distribuída. Veja alguns impasses

  • A tecnologia que ainda possui um custo inicial relativamente alto, resultante de equipamentos em sua maioria importados.
  • As taxas de juros elevadas para a pessoa física, com média de 1,8% ao mês contra 0,75% para pessoa jurídica.
  • O acesso a linha de financiamento é bem difícil, com tempo de espera médio de 6 meses para conseguir um financiamento em banco público.
  • A Região Nordeste tem uma linha de financiamento do Banco do Nordeste, mas que é destinada somente aos produtores rurais.

Podemos perceber que ser houver maior incentivo dos governos federais e estaduais, todo o Brasil poderá usufruir dessa energia que está pronta para mover o mundo.

Como a Suntag Energy do Brasil tem conseguido ajudar ao nosso cliente a conquistar sua usina solar fotovoltaica?

Realizamos a venda, o projeto, a importação, a instalação, a garantia, e facilitamos juntos aos grupos financeiros públicos e privados, o financiamento em até 10 anos para pessoa jurídica e até 4 anos para pessoa física.

Estamos sempre na frente buscando parcerias que proporcionem parcelas que caibam na economia conquistada pela instalação do sistema e que a primeira parcela vença somente após a usina instalada e a economia comprovada.

www.suntag.com.br

0800 025 2595

Suntag Logo 6x6cm

Suntag - Rock in Rio 2017

Falta pouco para começar a festa

Por | Sem categoria | Sem comentários

Rock in Rio é um festival de música idealizado pelo empresário brasileiro Roberto Medina pela primeira vez em 1985, sendo, desde sua criação, reconhecidamente, o maior festival musical do planeta. Foi originalmente organizado no Rio de Janeiro, de onde vem o nome. Tornou-se um evento de repercussão mundial e, em 2004, teve a sua primeira edição fora do país em Lisboa, Portugal.

Ao longo da sua história, o Rock in Rio teve 17 edições, seis no Brasil, sete em Portugal, três na Espanha e um nos Estados Unidos. Em 2008, foi realizado pela primeira vez em dois locais diferentes, Lisboa e Madrid.

O hino do festival é de autoria do compositor Nelson Wellington e do maestro Eduardo Souto Neto e foi gravado originalmente pelo grupo Roupa Nova.[1] A história do festival está contada no livro “Rock in Rio – A História do Maior Festival de Música do Mundo” (Globo Livros), lançado pelo jornalista Luiz Felipe Carneiro em 2011.

O festival é considerado o oitavo melhor do mundo pelo site especializado Festival Fling.[2] . No Brasil, a edição de 2017 começa hoje 15, e nos dias 16 17,21,22,23 e 24 de setembro, a Cidade do Rock será dentro do Parque Olímpico, na Barra da Tijuca.

Primeira edição (1985)

Rock in Rio foi realizado pela primeira vez na cidade do Rio de Janeiro, Brasil entre 11 e 20 de janeiro de 1985 em área especialmente construída para receber o evento. O local, um terreno de 250 mil metros quadrados que fica próximo ao Riocentro, na Barra da Tijuca, ficou conhecido como “Cidade do Rock” e contava com o maior palco do mundo já construído até então: com 5 mil metros quadrados de área, além de dois imensos fast foods, dois shopping centers com 50 lojas, dois centros de atendimento médico e uma grande infraestrutura para atender a quase 1,5 milhão de pessoas – o equivalente a cinco Woodstocks – que frequentaram o evento.

A grande fama do evento deveu-se ao fato de que, até sua realização, as grandes estrelas da música internacional não costumavam visitar a América do Sul, pelo que o público local tinha ali a primeira oportunidade de ver de perto os ídolos do rock e do pop internacionais. Logo depois do fim do Rock in Rio , a “Cidade do Rock” foi demolida por ordem do então governador do estado do Rio de Janeiro, Leonel Brizola. A organização do festival pediu ocupação provisória do terreno, com o intuito de manter a sua posse, após o fim do evento, caracterizando invasão de propriedade pública. No entanto, Leonel Brizola decretou sua demolição para efetuar a reintegração de posse do terreno patrimônio da cidade do Rio de Janeiro.

Cronograma Rock In Rio

 

Veja a programação de hoje:

Rock District

  • 15h: Rock Street Band
  • 17h: George Israel

Rock Street

  • 15h30: Fredy Massamba
  • 17h30: Les Tambours de Brazza
  • 20h: Tyous Gnaoua

Digital Stage

  • 15h, 15h55, 18h35: MC’s Bruna e Marcão
  • 15h20: Luba
  • 15h55: Malena
  • 16h15: Pipocando
  • 16h35: Pyong
  • 16h55: Mariana Nolasco
  • 16h55: FitDance
  • 17h50: Castro Brothers
  • 18h05: Kondzilla convida MC Guimê
  • 18h20: Kondzilla convida MC Kekel
  • 18h50: MC’s + Convidados

Palco Sunset

  • 15h05: SG lewis
  • 16h30: Céu convida Boogarins
  • 18h: Fernanda Abreu convida Focus Cia. de Dança & Dream Team do Passinho
  • 20h: Salve o Samba!

Palco Mundo

  • 19h: Ivete Sangalo
  • 21h: Pet Shop Boys
  • 22h35: 5 Seconds of Summer
  • 0h25: Maroon 5

Eletrônica

  • 22h: Fatnotronic
  • 22h50: Groove Delight
  • 23h40: Gop Tun DJs (Caio T & Nascii)
  • 0h30: Selvagem
  • 1h30: Midland
  • 2h30: The Black Madonna

 

Suntag - Promoçao Ecoforce Set2017

Aproveite a promoção e reduza o custo energia com a iluminação da área externa

Por | Eficiência Energética, Energia Solar Fotovoltaica, Kit Fotovoltaico, Kit Solar Fotovoltaico, Mercado de Energias, Mobiliária Público, Sem categoria, Sistema de Energia Solar, Suntag Energy do Brasil | Sem comentários

A conta de energia de seu condomínio está alta?  A iluminação externa está pesando?

A Suntag Energy conseguiu negociar com o fornecedor para baixar o preço de Poste Solar, para iluminação de avenidas, ruas, praças, condomínios, e muito mais.

Temos outros itens de iluminação solar e lâmpadas de Led.

Aproveite essa promoção, são poucas unidades disponíveis, e quando acabar o estoque o preço voltará ao valor normal.

Suntag Energy do Brasil

0800 025 2595

Ceará

Estado do Ceará vai zerar ICMS para energia renovável

Por | Sem categoria | Sem comentários

Mais um estado brasileiro aderiu ao incentivo em energias limpas.  Uma grande conquista para a economia e para o Brasil atingir a meta de redução da emissão de carbono.

Governo  do Estado do Ceará deve desonerar Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços incidente sobre a importação de máquinas e equipamentos a partir do próximo mês de setembro, de acordo com projeção da SDE.

Parabéns Ceará!

Leia a reportagem completa no Diário do Nordeste

 

 

Suntag - o&G techweek 2017

A Suntag estava presente na O&G Techweek 2017

Por | Eficiência Energética, Energia Solar Fotovoltaica, Mercado de Energias, O Mundo, Suntag Energy do Brasil | Sem comentários

A Suntag Energy do Brasil, cumprindo seu compromisso de trazer para seus clientes todo conhecimento e experiência em energia, esteve presente no evento pioneiro no Brasil lançado pelo IBP (Instituto Brasileiro de Pesquisa),  focado nas tecnologias do futuro voltadas para o setor de óleo e gás: a O&G TechWeek.
O evento acontece no Museu do Amanhã, no Centro do Rio de Janeiro, paralelamente ao Rio Automação 2017, tradicional congresso sobre o assunto, que será realizado ao lado, no RB1, e terá sinergias de temáticas e programação.

  f5793334-4eac-43b9-a6b2-1905ce989434 images (1)
Suntag - InterSolar 2017

Suntag está presente da InterSolar South América

Por | Building Integrated Photovoltaics, Eficiência Energética, Energia Solar Fotovoltaica, Mercado de Energias, Sistema de Energia Solar, Suntag Energy do Brasil | Sem comentários

A Suntag cumpre sua missão de levar para seus clientes o que existe de melhor e mais econômico em Energias Solares.  Para isso, não poupa esforço para participar de todos os eventos internacionais, tanto no Brasil, Itália, Alemanha, China.

O diretor Reinaldo Sá, junto com o engenheiro Lincoln Firmino, e o representante comercial Alexandre estão nesse momento, na InterSolar South América, que está acontacendo de hoje ate o dia 24 de agosto em SP.  É uma maratona, de Workshops, palestras, visitação e análise de produtos e serviços que irão gerar ainda mais economia, eficiência e energia limpa para nossos clientes.

Durante os dias de eventos, divulgaremos as novidades que nossa equipe encontrou nesse evento da sustentabilidade.

Suntag Intersolar 2

MCMV PV

A melhor notícia para o Brasil

Por | Energia Solar Fotovoltaica | Sem comentários

Uma boa notícia para o Brasil. O Programa Minha Casa Minha Vida vai entregar as residências com Sistema Solar Fotovoltaico instalado em 2018.  Os novos proprietários não terão despesas com energia elétrica, aumentando sua qualidade de vida e conforto.  Além disso, a implantação desse programa viabiliza mais empregos, renda e mais uso de energia limpa no Brasil.

Essa é para comemorar junto com a Suntag Energy do Brasil.

Fonte: Ministério das Cidades – Site

Leia a reportagem na Íntegra.

Ministro das Cidades discute proposta de energia solar no Programa Minha Casa, Minha Vida, durante evento em SP

O ministro das Cidades, Bruno Araújo, falou sobre o resultado de soluções fotovoltaicas no Programa Minha Casa, Minha Vida (PMCMV), nesta quinta-feira (10), em evento na sede da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), na capital paulista. Foram mostrados os estudos para produção de energia solar em unidades habitacionais do programa.

O estudo teve como base a assinatura de um protocolo de intenções entre a Fiesp, o Ministério das Cidades e o Ministério do Trabalho, em dezembro de 2016, durante o 12º Congresso Brasileiro da Construção (ConstruBussines).

Para o ministro Bruno Araújo, o uso do MCMV traz credibilidade aos resultados apresentados. “A proposta mostrada hoje possibilita avançarmos no Brasil na renovação de energia alternativa, utilizando um programa que tem diversas finalidades: numa ponta, a entrega de residências a quem não possui condições de obter se não for por meio de subsídio governamental, por outra ponta, gerar emprego e renda.”

Responsável pela apresentação, o vice-presidente do Conselho Superior da Construção (Consic), Manuel Rossitto, detalhou como o sistema de produção de energia solar seria arcado pelos beneficiários da Faixa 1 do programa. “O proprietário da residência adquire o sistema fotovoltaico junto com a unidade habitacional, com o valor embutido nas prestações que serão pagas pelo imóvel, possuindo o incentivo natural para manutenção e conservação do sistema”, explicou.

“O estudo levou em consideração que o sistema vai gerar economia para as famílias beneficiadas, aumentando o poder aquisitivo e com a maior classificação possível de eficiência energética”, destacou.

O presidente da Fiesp, Paulo Skaff, garantiu a participação e incentivo do órgão para que o projeto se torne realidade. “Vamos ajeitar para que isso seja colocado em prática o mais rápido possível. Vamos nos empenhar ao máximo para que tudo dê certo. Agradeço ao ministro Bruno Araújo pela parceria e apoio”, disse.

Assessoria de Comunicação Social
Ministério das Cidades